O que os proprietários de sites precisam saber sobre a principal atualização do Google de agosto de 2019

Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.

Quinta-feira, 1.° de agosto de 2019

Praticamente todos os dias, o Google lança pelo menos uma alteração para melhorar os resultados da pesquisa. A maioria dessas mudanças não é perceptível, mas ajuda no nosso processo de aprimoramento contínuo.

Às vezes, as atualizações fazem uma diferença mais marcante. Procuramos avisar sobre essas melhorias quando há informações que podem ser úteis para proprietários de sites, produtores de conteúdo ou outros usuários. Por exemplo, quando fizemos a atualização Speed Update, publicamos um aviso com antecedência e orientações alguns meses antes.

Várias vezes por ano, nossos algoritmos e sistemas de pesquisa passam por atualizações amplas e significativas. Chamamos essas alterações de "atualizações principais". O objetivo geral delas é continuar cumprindo nossa missão de mostrar conteúdo relevante e confiável aos usuários. Essas atualizações principais também podem afetar o Google Discover.

Avisamos sobre as atualizações principais porque elas costumam ter efeitos mais evidentes. Alguns sites podem ter perdas ou ganhos durante a implementação dessas mudanças. Sabemos que os proprietários de sites com queda de desempenho buscarão reverter esse resultado. Então queremos dar as informações necessárias para que eles façam as mudanças certas. Além do mais, talvez não haja qualquer problema para corrigir.

Atualizações principais e reavaliação do conteúdo

Não há nada de errado com algumas páginas que perdem um pouco do desempenho depois de uma atualização principal. Elas não violaram nossas diretrizes para webmasters nem foram submetidas a uma ação manual ou algorítmica, como pode acontecer com sites que não seguem essas regras. As atualizações principais não são voltadas a páginas ou sites específicos. Na verdade, essas mudanças servem para melhorar a maneira como nossos sistemas avaliam o conteúdo em geral. Elas podem até melhorar o desempenho de algumas páginas que não tinham resultados à altura.

Para entender como uma atualização principal funciona, imagine que você fez uma lista dos cem melhores filmes em 2015. Alguns anos depois, em 2019, você atualiza essa seleção. Naturalmente, os títulos serão diferentes. Alguns filmes excelentes que não existiam antes poderão entrar na sua lista. Talvez você também reavalie alguns títulos que já estavam nela e decida que eles merecem uma classificação melhor.

A lista ficará diferente, e isso não significa que os filmes que foram para posições mais baixas são ruins. Apenas existem outros que merecem uma classificação melhor.

Foco no conteúdo

Como explicamos acima, as páginas que apresentam uma queda de desempenho após uma atualização principal não precisam de correções. Mesmo assim, entendemos que os proprietários de sites nessa situação achem que precisam fazer alguma coisa. Nesse caso, sugerimos concentrar os esforços em proporcionar o melhor conteúdo possível. Essa é a prioridade dos nossos algoritmos.

O primeiro passo é reler as orientações já publicadas sobre como avaliar a qualidade do conteúdo. Atualizamos essas recomendações com uma nova lista de perguntas para você analisar o material publicado no seu site:

Perguntas sobre o conteúdo e a qualidade

  • O conteúdo mostra informações, relatos, pesquisas ou análises originais?
  • Ele inclui uma descrição significativa, completa ou abrangente do assunto?
  • O material apresenta análises relevantes ou informações interessantes e originais?
  • Quando o conteúdo é baseado em outras fontes, você evita simplesmente copiar ou reescrever e adiciona valor e originalidade ao material?
  • O cabeçalho e/ou o título da página exibem um resumo descritivo e útil do conteúdo?
  • Você evita o uso de termos exagerados ou chocantes no cabeçalho e/ou título da página?
  • Esse é o tipo de página que você adicionaria aos favoritos, compartilharia com um amigo ou recomendaria a alguém?
  • Você esperaria ver esse conteúdo em uma revista, enciclopédia ou livro impresso?

Perguntas sobre o nível de especialização

  • O conteúdo apresenta as informações de maneira confiável, com indicação clara da fonte, evidências do uso de conhecimento especializado e dados sobre o autor ou site da publicação (como links para uma página de apresentação)?
  • Se você fizesse uma pesquisa sobre o site que produz o conteúdo, ficaria com a impressão de que ele é confiável ou amplamente reconhecido como uma autoridade no assunto?
  • O material é escrito por especialistas ou entusiastas que comprovadamente conhecem bem o tema?
  • O conteúdo apresenta erros factuais que podem ser facilmente verificados?
  • Você confiaria nesse conteúdo quanto a questões relacionadas às suas finanças ou sua vida?

Perguntas sobre apresentação e produção

  • O conteúdo apresenta problemas de ortografia ou estilo?
  • O conteúdo foi bem produzido ou parece ter sido feito às pressas ou com pouco cuidado?
  • O conteúdo é produzido em massa ou de maneira terceirizada por muitos criadores? Ele está espalhado por uma grande rede de sites? Esses fatores costumam fazer com que a produção de páginas e sites específicos seja menos cuidadosa.
  • A página tem uma quantidade excessiva de anúncios que distraem o usuário ou interferem no conteúdo principal?
  • O material é exibido corretamente em dispositivos móveis?

Perguntas comparativas

  • O conteúdo oferece um valor significativo quando comparado a outras páginas nos resultados da pesquisa?
  • O conteúdo atende aos interesses dos visitantes do site, ou parece que o material só foi feito com o objetivo de melhorar a classificação da página nos mecanismos de pesquisa?

Além de refletir sobre essas perguntas, peça que outras pessoas em quem você confia e que não sejam vinculadas ao seu site deem uma opinião sincera.

Recomendamos também que você faça uma auditoria sobre a queda de desempenho nas suas páginas, se for o caso. Quais foram as páginas mais afetadas e em que tipos de pesquisa? Analise isso com atenção para entender como seu conteúdo é avaliado em relação a algumas das perguntas acima.

Conheça as diretrizes dos avaliadores de qualidade e o conceito de Especialização, Reconhecimento e Confiança (E-A-T)

Outro recurso útil para saber como criar conteúdo de qualidade são nossas diretrizes para avaliadores da qualidade da pesquisa. Os avaliadores são pessoas que informam se os algoritmos geram bons resultados. Isso nos ajuda a confirmar se as mudanças funcionam como esperado.

É importante entender que os avaliadores da pesquisa não têm controle sobre a classificação das páginas. Os dados do avaliador não são usados diretamente nos algoritmos de classificação. Na verdade, essas opiniões funcionam da mesma maneira que as avaliações dos clientes que usam um determinado serviço. Elas indicam se nossos sistemas estão funcionando.

Ao entender como os avaliadores classificam um conteúdo de boa qualidade, você poderá melhorar o material publicado nas suas páginas. Com isso, talvez o desempenho delas na Pesquisa também fique melhor.

Em particular, os avaliadores são treinados para entender se o conteúdo tem um indicador E-A-T forte. Em português, isso significa que a publicação apresenta os requisitos de especialização, reconhecimento e confiança. Ao ler as diretrizes, você pode avaliar o desempenho do conteúdo com base nesse conceito para saber quais melhorias devem ser consideradas.

Veja alguns artigos escritos por terceiros que explicam como aplicar essas diretrizes (em inglês):

Os links para os artigos acima não são recomendações específicas de empresas ou serviços de SEO, nem endosso de qualquer conselho geral de SEO fornecido por eles. Nós simplesmente consideramos os artigos como pontos de partida úteis para quem quer conceitualizar como avaliar o conteúdo conforme os critérios E-A-T.

Recuperação e orientações adicionais

Uma pergunta comum após uma atualização principal é quanto tempo leva para recuperar o desempenho do site depois de implementar as melhorias.

Essas atualizações costumam acontecer em um intervalo de alguns meses. É possível que a classificação do conteúdo afetado por uma dessas mudanças só volte ao nível anterior (se houver melhorias) quando a próxima atualização for lançada.

No entanto, renovamos constantemente nossos algoritmos de pesquisa, incluindo atualizações principais de menor escala. Nem todas elas são anunciadas porque não costumam ser muito evidentes. Ainda assim, quando lançadas, elas podem causar uma recuperação do desempenho do conteúdo após a implementação das melhorias.

Não esqueça que as melhorias feitas pelos proprietários do site não são uma garantia de recuperação, nem as páginas têm posição estática ou garantida nos resultados da pesquisa. Se houver conteúdo de melhor qualidade, ele ainda terá uma classificação mais alta nos nossos sistemas.

Além disso, é importante saber que os mecanismos de pesquisa como o Google não interpretam o conteúdo da mesma forma que os seres humanos. Em vez disso, procuramos indicadores sobre o material e analisamos a relação entre esses sinais e a maneira como os humanos avaliam a relevância. Um indicador bastante conhecido é a maneira como as páginas são vinculadas entre si. No entanto, há muitos outros que não divulgamos para proteger a integridade dos nossos resultados.

Nós testamos todas as atualizações principais antes da publicação. Isso inclui a coleta de feedback dos avaliadores de qualidade mencionados acima para analisar se nossa interpretação dos indicadores parece correta.

Obviamente, nenhuma melhoria que fazemos na Pesquisa é perfeita. É por isso que continuamos lançando atualizações. Recebemos mais feedback, fazemos outros testes e continuamos trabalhando para melhorar nossos sistemas de classificação. Com isso, talvez o desempenho do conteúdo volte a melhorar no futuro, mesmo que o proprietário não faça mudanças. Nessas situações, as melhorias contínuas podem levar a avaliações mais favoráveis.

Esperamos que essas orientações sejam úteis. Para ver ainda mais dicas sobre qualidade do conteúdo, acesse os recursos disponíveis no Google Webmasters, que incluem ferramentas, páginas de ajuda e fóruns.