Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.

Informar um nome de site para a Pesquisa Google

Quando o Google lista uma página nos resultados da pesquisa, ele mostra o nome do site de origem. Isso é chamado de nome do site. O Google usa várias origens diferentes para determinar automaticamente o nome do site, e você pode indicar sua preferência adicionando dados estruturados WebSite. O nome do site é diferente dos links de título por página. Os links de título são específicos a cada página da Web, enquanto o nome é para o site inteiro.

nome do site nos resultados da pesquisa do Google

Disponibilidade do recurso

Os nomes dos sites aparecem nos resultados da Pesquisa Google em dispositivos móveis nos seguintes idiomas: inglês, francês, japonês e alemão.

Como são criados os nomes de sites na Pesquisa Google

A geração de nomes de sites na página de resultados da pesquisa do Google é totalmente automatizada e considera tanto o conteúdo do site quanto as referências que aparecem na Web sobre ele. O objetivo do nome do site é representar e descrever melhor a origem de cada resultado.

A Pesquisa Google usa várias origens na página inicial de um site para determinar automaticamente o nome dele, incluindo:

Não podemos mudar manualmente os nomes de sites individuais, mas fazemos o possível para que eles tenham o máximo de precisão. Melhore a qualidade do nome do site exibido para sua página adicionando dados estruturados WebSite.

Como adicionar dados estruturados

Os dados estruturados são um formato padronizado para fornecer informações sobre uma página e classificar o conteúdo dela. Caso você não saiba muito sobre o assunto, veja como os dados estruturados funcionam.

Esta é uma visão geral de como criar, testar e lançar dados estruturados. Para ver um guia explicativo sobre como adicionar dados estruturados a uma página da Web, confira nosso codelab.

  1. Siga as diretrizes.
  2. Adicione as propriedades obrigatórias à página inicial do site, no formato JSON-LD, RDFa ou microdados. Não é necessário incluir essa marcação em todas as páginas do site. Você só precisa fazer isso na página inicial.

    JSON-LD

    <html>
      <head>
        <title>Example: A Site about Examples</title>
        <script type="application/ld+json">
        {
          "@context" : "https://schema.org",
          "@type" : "WebSite",
          "name" : "Example",
          "url" : "https://example.com/"
        }
      </script>
      </head>
      <body>
      </body>
    </html>

    Microdados

    <html>
      <head>
        <title>Example: A Site about Examples</title>
      </head>
      <body>
      <div itemscope itemtype="https://schema.org/WebSite">
        <meta itemprop="url" content="https://example.com/"/>
        <meta itemprop="name" content="Example"/>
      </div>
      </body>
    </html>
            
  3. Se você quiser informar uma versão alternativa do nome do site (por exemplo, um acrônimo ou nome mais curto), adicione a propriedade alternateName. Isso é opcional.

    JSON-LD

    <html>
      <head>
        <title>Example: A Site about Examples</title>
        <script type="application/ld+json">
        {
          "@context" : "https://schema.org",
          "@type" : "WebSite",
          "name" : "Example Company",
          "alternateName" : "EC",
          "url" : "https://example.com/"
        }
      </script>
      </head>
      <body>
      </body>
    </html>

    Microdados

    <html>
      <head>
        <title>Example: A Site about Examples</title>
      </head>
      <body>
      <div itemscope itemtype="https://schema.org/WebSite">
        <meta itemprop="url" content="https://example.com/"/>
        <meta itemprop="name" content="Example Company"/>
        <meta itemprop="alternateName" content="EC"/>
      </div>
      </body>
    </html>
            
  4. Use a Ferramenta de inspeção de URL para testar como o Google vê a página. Confira se a página inicial está acessível ao Google e se não está bloqueada por um arquivo robots.txt, noindex ou requisitos de login. Se estiver tudo certo, peça ao Google para rastrear novamente seu URL.

Diretrizes

Para ajudar o Google a entender melhor o nome do site, siga os Fundamentos da Pesquisa, as diretrizes gerais de dados estruturados e as seguintes diretrizes técnicas e de conteúdo:

Diretrizes técnicas

  • No momento, a Pesquisa Google é compatível apenas com um nome de site por site, que é definido pelo domínio. Isso significa que a Pesquisa Google é compatível com nomes de sites no nível do domínio, e não no do subdomínio nem do subdiretório. Geralmente, os nomes de subdomínio que começam com www ou m são considerados no nível do domínio.
    Compatível: https://example.com (esta é uma página inicial no nível do domínio)
    Compatível: https://www.example.com (também é considerada uma página inicial no nível do domínio)
    Compatível: https://m.example.com (também é considerada uma página inicial no nível do domínio)
    Incompatível: https://example.com/news (esta é uma página inicial no nível do subdiretório)
    Incompatível: https://news.example.com (esta é uma página inicial no nível do subdomínio)
    Para subdomínios, a Pesquisa Google pode mostrar uma versão abreviada do URL nos resultados. Por exemplo, "news.example.com" pode aparecer como o nome do site do subdomínio https://news.example.com.
  • Os dados estruturados WebSite precisam estar na página inicial do site. Com "página inicial", queremos dizer o URL raiz no nível do domínio. Por exemplo, https://example.com é a página inicial do domínio, enquanto https://example.com/de/index.html não é a página inicial.
  • A página inicial precisa ser rastreável pelo Google. Ou seja, não pode estar bloqueada. Se não tivermos acesso ao conteúdo da página inicial, talvez não seja possível gerar um nome de site.
  • Se você tiver páginas iniciais duplicadas para o mesmo conteúdo (por exemplo, versões HTTP e HTTPS da página inicial ou www e não www), confira se está usando os mesmos dados estruturados em todas as cópias da página, e não somente na canônica.
  • Se você já está implementando dados estruturados WebSite para o recurso de caixa de pesquisa de sitelinks, aninhe as propriedades de nome do site no mesmo nó. Em outras palavras, evite criar outro bloco de dados estruturados WebSite na página inicial, se possível. Por exemplo, veja como ficariam os dados estruturados WebSite para o nome do site e a caixa de pesquisa de sitelinks:
    <html>
      <head>
        <title>Example: A Site about Examples</title>
        <script type="application/ld+json">
        {
          "@context" : "https://schema.org",
          "@type" : "WebSite",
          "name" : "Example Company",
          "alternateName" : "EC",
          "url" : "https://example.com/",
          "potentialAction": {
            "@type": "SearchAction",
            "target": {
              "@type": "EntryPoint",
              "urlTemplate": "https://query.example.com/search?q={search_term_string}"
            },
            "query-input": "required name=search_term_string"
          }
        }
      </script>
      </head>
      <body>
      </body>
    </html>

Diretrizes de conteúdo

  • Escolha um nome exclusivo que reflita com precisão a identidade do seu site. Não escolha um nome usado por outro site, porque isso pode enganar os usuários. O nome escolhido precisa seguir as políticas de conteúdo da Pesquisa.
  • Use um nome conciso e reconhecível para seu site (por exemplo, "Google" em vez de "Google, Inc"). Embora não haja limite para o comprimento do nome de um site, em alguns dispositivos nomes de site longos podem ser truncados. Se você tiver um nome alternativo reconhecível, vai poder usar a propriedade alternateName para especificar esse nome (por exemplo, um acrônimo).
  • Use o nome do site de forma consistente em toda a página inicial. O nome do site nos dados estruturados precisa ser consistente com o conteúdo da página inicial, os elementos <title> e outras origens em destaque onde o Google pode determinar o nome do site.

Definições de tipos de dados estruturados

Para informar ao Google o nome que você prefere para o site, inclua as propriedades obrigatórias na página inicial dele.

WebSite

A definição completa de WebSite está disponível em schema.org/WebSite (em inglês).

Propriedades obrigatórias
name

Text

É o nome do site. Confira se o nome atende às diretrizes de conteúdo.

url

URL

É o URL da página inicial do site. Defina como a página inicial canônica do site. Por exemplo, https://example.org.

Propriedades recomendadas
alternateName

Text

É o nome alternativo do site (por exemplo, um acrônimo reconhecido ou nome mais curto para o site), se aplicável. Confira se o nome atende às diretrizes de conteúdo.

Como solucionar problemas comuns

Veja os problemas mais comuns para nomes de sites nos resultados da pesquisa.

Problemas comuns

O nome do site está incorreto ou tem formatação incorreta

Por exemplo, "Andorid" em vez de "Android".

Verifique se o nome do site informado na marcação da página inicial é o nome de preferência e segue nossas diretrizes. Confirme se outras origens na página inicial também usam o nome de preferência para o site.

Se você tiver várias versões do site, como HTTP e HTTPS, confira se está usando o mesmo nome de maneira consistente.

O URL é mostrado em vez do nome do site

Por exemplo, "android.com" ou "news.android.com" em vez de "Android".

Se a Pesquisa não conseguir identificar um nome de site com base nos metadados da página inicial, o domínio vai ser exibido. Confira se o nome do site atende às diretrizes de conteúdo e foi implementado corretamente com os dados estruturados.

Se o site for um subdomínio, talvez o URL seja exibido nos resultados de pesquisa em vez do nome do site. Atualmente, a Pesquisa Google é compatível com nomes de sites de páginas iniciais no nível do domínio, e não no subdomínio (por exemplo, https://news.example.com) e/ou subdiretório (por exemplo, https://example.com/news).

O resultado redireciona para outra página

Se a página redirecionar para outra visível ao Googlebot, o nome do site vai refletir o destino do redirecionamento. Caso sua página redirecione para outra que não seja visível ao Googlebot, o nome do site vai refletir a página de origem.

Confira se os redirecionamentos estão funcionando conforme o esperado e se o Googlebot pode acessar a página de destino do redirecionamento e depois solicite um novo rastreamento dessa página.

Como solucionar problemas com dados estruturados

Se você tiver problemas para implementar ou depurar dados estruturados, veja alguns recursos que podem ajudar.