IDs de local

Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.
Selecione a plataforma: Android iOS JavaScript Serviço da Web

IDs de lugares identificam um local de modo exclusivo no banco de dados do Google Places e no Google Maps. Os IDs de lugares são aceitos nas seguintes solicitações às APIs Maps:

  • Recuperar o endereço de um ID de lugar no serviço da Web da API Geocoding e no serviço Geocoding da API Maps JavaScript.
  • Especificar waypoints de origem, destino e intermediários no serviço da Web da API Directions e no serviço Directions da API Maps JavaScript.
  • Especificar as origens e os destinos no serviço da Web da API Distance Matrix e no serviço Distance Matrix da API Maps JavaScript.
  • Recuperar detalhes do lugar no serviço da Web da API Places, no SDK do Places para Android, no SDK do Places para iOS e na biblioteca Places da API JavaScript.
  • Usar parâmetros de ID do lugar na API Maps Embed.
  • Recuperar consultas de pesquisa em URLs do Maps
  • Exibir limites de velocidade na API Roads.
  • Encontrar e estilizar polígonos de limite no estilo orientado a dados.

Encontrar o ID de um lugar específico

Está procurando o ID de um lugar específico? Use o localizador abaixo para pesquisar um lugar e conseguir o ID dele:

Também é possível usar o localizador de IDs de lugares com o respectivo código na documentação da API Maps JavaScript.

Visão geral

O ID de lugar é um indicador textual que identifica um local de forma exclusiva. O tamanho do ID pode variar (não há limite máximo). Exemplos:

  • ChIJgUbEo8cfqokR5lP9_Wh_DaM
  • GhIJQWDl0CIeQUARxks3icF8U8A
  • EicxMyBNYXJrZXQgU3QsIFdpbG1pbmd0b24sIE5DIDI4NDAxLCBVU0EiGhIYChQKEgnRTo6ixx-qiRHo_bbmkCm7ZRAN
  • EicxMyBNYXJrZXQgU3QsIFdpbG1pbmd0b24sIE5DIDI4NDAxLCBVU0E
  • IhoSGAoUChIJ0U6OoscfqokR6P225pApu2UQDQ

Os IDs de lugares estão disponíveis para a maioria dos locais, incluindo empresas, pontos turísticos, parques e cruzamentos. Cada local pode ter vários IDs, que estão sujeitos a mudança com o passar do tempo.

Você pode usar o mesmo ID de lugar na API Places e em várias APIs da Plataforma Google Maps. Por exemplo, use o mesmo ID para identificar um lugar nas APIs Places, Maps JavaScript, Geocoding, Maps Embed e Roads.

Recuperar detalhes usando o ID de lugar

Os IDs de lugares estão isentos das restrições de armazenamento em cache definidas na Seção 3.2.3(b) dos Termos de Serviço da Plataforma Google Maps. Depois de identificar o ID de um lugar, será possível reutilizar esse valor na próxima vez que você procurar o local. Consulte mais informações em Salvar IDs de lugares para uso posterior abaixo.

Uma maneira comum de utilizar IDs de lugares é procurar um local usando a API Places ou a biblioteca Places na API Maps JavaScript, por exemplo, e depois aproveitar o ID de lugar retornado para recuperar os detalhes. Armazene o ID de lugar e use posteriormente para recuperar os detalhes do mesmo local. Leia abaixo sobre como salvar IDs de lugares.

Exemplo de uso da API Places

Com a API Places, você pode encontrar um ID de lugar fazendo uma solicitação do Place Search.

O exemplo a seguir é uma solicitação de pesquisa de locais do tipo "restaurante" dentro de um raio de 1.500 metros de um ponto em Sydney, Austrália, contendo a palavra "cruzeiro":

https://maps.googleapis.com/maps/api/place/nearbysearch/json?location=-33.8670522,151.1957362&radius=1500&type=restaurant&keyword=cruise&key=YOUR_API_KEY

A resposta inclui um ID de lugar no campo place_id, como mostrado neste snippet:

{
  "html_attributions" : [],
  "results" : [
    {
      "geometry" : {
        "location" : {
          "lat" : -33.870775,
          "lng" : 151.199025
        }
      },
      ...
      "place_id" : "ChIJrTLr-GyuEmsRBfy61i59si0",
      ...
    }
  ],
  "status" : "OK"
}

Para ver uma descrição de todos os campos na resposta, consulte a documentação do Place Search.

Agora é possível enviar uma solicitação do Place Details, inserindo o ID do lugar no parâmetro place_id:

https://maps.googleapis.com/maps/api/place/details/json?place_id=ChIJrTLr-GyuEmsRBfy61i59si0&key=YOUR_API_KEY

Salvar IDs de lugares para uso posterior

Os IDs de lugares estão isentos das restrições de armazenamento em cache definidas na Seção 3.2.3(a) dos Termos de Serviço da Plataforma Google Maps. Portanto, é possível armazenar valores de IDs de lugares para usar depois.

Atualizar IDs de lugares armazenados

Recomendamos atualizar os IDs de lugares com mais de 12 meses. Atualize os IDs de lugares sem custos financeiros fazendo uma solicitação do Place Details e especifique apenas o campo place_id no parâmetro fields. Isso aciona a SKU Places Details - ID Refresh. No entanto, é possível que a solicitação também retorne o código de status NOT_FOUND. Uma estratégia é armazenar a solicitação original que retornou cada ID de lugar. Se um deles se tornar inválido, repita a solicitação para gerar novos resultados, que podem ou não incluir o lugar original. A solicitação é sujeita a cobrança.

Códigos de erro ao usar IDs de lugares

O código de status INVALID_REQUEST indica que o ID de lugar especificado não é válido. É possível que INVALID_REQUEST seja retornado quando o ID for truncado ou modificado e não estiver mais correto.

O código de status NOT_FOUND indica que o ID de lugar especificado está obsoleto. Um ID se torna obsoleto quando uma empresa fecha ou muda para outro local. Ele pode mudar devido a atualizações em grande escala no banco de dados do Google Maps. Nesses casos, um lugar recebe um novo ID, e o ID antigo retorna uma resposta NOT_FOUND.

Especificamente, alguns tipos de IDs de lugares podem gerar uma resposta NOT_FOUND, ou a API pode retornar um ID diferente. Esses tipos de ID de lugar incluem:

  • Endereços que não são exatos no Google Maps, mas são inferidos de um intervalo de endereços.
  • Trechos de um trajeto longo, em que a solicitação também especifica uma cidade ou região administrativa.
  • Cruzamentos.
  • Lugares com um componente de endereço do tipo subpremise.

Esses IDs geralmente assumem a forma de uma string longa (não há tamanho máximo). Exemplo:

EpID4LC14LC_4LCo4LCv4LGN4LCo4LCX4LCw4LGNIC0g4LC44LGI4LCm4LGN4LCs4LC-4LCm4LGNIOCwsOCxi-CwoeCxjeCwoeCxgSAmIOCwteCwv-CwqOCwr-CxjSDgsKjgsJfgsLDgsY0g4LCu4LGG4LCv4LC_4LCo4LGNIOCwsOCxi-CwoeCxjeCwoeCxgSwg4LC14LC_4LCo4LCv4LGNIOCwqOCwl-CwsOCxjSDgsJXgsL7gsLLgsKjgsYAsIOCwsuCwleCxjeCwt-CxjeCwruCwv-CwqOCwl-CwsOCxjSDgsJXgsL7gsLLgsKjgsYAsIOCwuOCwsOCxguCwsOCxjSDgsKjgsJfgsLDgsY0g4LC14LGG4LC44LGN4LCf4LGNLCDgsLjgsK_gsYDgsKbgsL7gsKzgsL7gsKbgsY0sIOCwueCxiOCwpuCwsOCwvuCwrOCwvuCwpuCxjSwg4LCk4LGG4LCy4LCC4LCX4LC-4LCjIDUwMDA1OSwg4LCt4LC-4LCw4LCk4LCm4LGH4LC24LCCImYiZAoUChIJ31l5uGWYyzsR9zY2qk9lDiASFAoSCd9ZebhlmMs7Efc2NqpPZQ4gGhQKEglDz61OZpjLOxHgDJCFY-o1qBoUChIJi37TW2-YyzsRr_uv50r7tdEiCg1MwFcKFS_dyy4