Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.

Mudar um site sem alterações no URL

Este guia explica como minimizar o impacto sobre o desempenho na Pesquisa Google durante a migração da infraestrutura de hospedagem do seu site. Por exemplo, faça isso ao trocar de provedores de hospedagem ou mudar para uma rede de distribuição de conteúdo (CDN). Este guia é somente para migrações que não afetam o URL visível para usuários.

Visão geral

  1. Leia as Perguntas frequentes e as informações básicas sobre mudanças de site. Saiba o que esperar e como isso pode afetar seus usuários e suas classificações.
  2. Prepare a nova infraestrutura de hospedagem. Faça upload do conteúdo para os novos servidores ou configure a CDN e os servidores de origem e faça testes.
  3. Inicie a mudança do site. Modifique as configurações de DNS do nome de domínio para que leve à nova infraestrutura de hospedagem. Essa é a etapa real de mudança do site que inicia o processo de envio do tráfego para a nova infraestrutura.
  4. Monitore o tráfego. Mantenha as guias no tráfego veiculado pela antiga e pela nova hospedagem.
  5. Encerre. Desative a infraestrutura de hospedagem antiga quando tiver certeza de que todos os usuários estão recebendo o conteúdo corretamente da nova infraestrutura e que ninguém está usando a antiga.

Prepare a nova infraestrutura de hospedagem

Esta seção abrange as etapas a serem concluídas antes da mudança do site.

Copie e teste o novo site

Em primeiro lugar, faça upload de uma cópia do site para o novo provedor de hospedagem. Depois de fazer isso, verifique se ela funciona como esperado, testando todos os aspectos de interação dos usuários com o site. Veja algumas sugestões:

  • Abra o novo site em um navegador da Web e revise todos os elementos dele: páginas da Web, imagens, formulários e downloads (como arquivos PDF).
  • Crie um ambiente de teste, talvez com acesso restrito por IP, por onde todos os recursos serão testados antes da publicação do site.
  • Permita testes públicos com um nome do host temporário para a nova infraestrutura (como beta.example.com) para que você possa testar a acessibilidade dos navegadores. Um nome do host temporário pode ajudar você a testar se o Googlebot consegue acessar o site.
  • Teste o novo site com uma pequena parte do tráfego ao vivo, se possível.

Verifique se o Googlebot consegue acessar a nova infraestrutura de hospedagem

Caso você ainda não tenha uma conta do Search Console, crie uma nova para o site e monitore o acesso e o tráfego do Google. Se você criou um nome do host temporário para o novo site, crie também uma conta para esse nome do host. Verifique se o Googlebot consegue acessar a nova infraestrutura usando a Ferramenta de inspeção de URL no Search Console.

Reduza o valor de TTL dos registros DNS

É possível acelerar a mudança do site se você baixar o valor de TTL do registro DNS, o que permitirá que novas configurações sejam propagadas para os ISPs mais rapidamente. As configurações de DNS geralmente são armazenadas em cache pelos ISPs com base na configuração Time to Live (TTL) especificada. Diminua o TTL para um valor baixo conservador (por exemplo, algumas horas) pelo menos uma semana antes da mudança do site para atualizar os caches de DNS mais rapidamente.

Revise a verificação do Search Console

Confirme se a verificação do Search Console continuará a funcionar depois da mudança do site.

Se você estiver usando o método de arquivos HTML para verificar a propriedade do site no Search Console, não se esqueça de incluir o arquivo de verificação atual na nova cópia do site.

Da mesma forma, se você incluir nos modelos do sistema de gerenciamento de conteúdo uma metatag ou o Google Analytics para verificar a propriedade, garanta que a nova cópia de CMS também inclua esses itens.

Inicie a mudança do site

O processo de mudança está descrito abaixo.

  1. Remova todos os bloqueios temporários do rastreamento. Ao criar a nova cópia de um site, alguns proprietários usam um arquivo robots.txt para impedir todo rastreamento pelo Googlebot e outros rastreadores, metatags noindex ou cabeçalhos HTTP para bloquear a indexação do conteúdo. Não deixe de remover esses bloqueios da cópia nova do site antes de iniciar a mudança.
  2. Atualize as configurações de DNS. A mudança do site é iniciada com a atualização dos registros DNS para levarem ao novo provedor de hospedagem. Consulte seu provedor de DNS para saber como fazer isso. Como a configuração de cache do DNS é armazenada em cache, os registros levam algum tempo para se propagar totalmente a todos os usuários da Internet.

Monitore o tráfego

Veja três passos para garantir uma mudança sem problemas:

  • Fique de olho nos registros dos servidores novos e antigos.
    Conforme a configuração de DNS se propaga e o tráfego do site se movimenta, será possível notar uma queda no tráfego registrado pelos servidores antigos e um aumento correspondente no tráfego dos novos servidores.
  • Use diferentes ferramentas de verificação de DNS público.
    Verifique se diferentes ISPs ao redor do mundo estão atualizando corretamente suas novas configurações de DNS.
  • Monitore o rastreamento.
    Monitore os gráficos de cobertura do índice no Search Console.

Uma observação sobre a taxa de rastreamento do Googlebot

É normal ver uma queda temporária na taxa de rastreamento do Googlebot imediatamente após o lançamento, seguida por um aumento uniforme ao longo das próximas semanas que pode resultar em taxas mais elevadas do que as anteriores à mudança.

Essa variação ocorre porque determinamos a taxa de rastreamento para um site com base em muitos sinais que mudam quando sua hospedagem muda. Se o Googlebot não encontrar problemas graves ou lentidão ao acessar a nova infraestrutura de exibição, ele tentará rastrear o site na maior velocidade necessária possível.

Desative a hospedagem antiga

Verifique os registros do servidor no provedor antigo e, uma vez que o tráfego do provedor antigo chegar a zero, a infraestrutura de hospedagem antiga já pode ser desativada. Isso conclui a mudança do site.