Indexação que prioriza dispositivos móveis por padrão para novos domínios

Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.

Terça-feira, 28 de maio de 2019

Ao longo dos anos, desde que anunciamos a indexação que prioriza dispositivos móveis (rastreamento da Web do Google que usa o Googlebot para smartphones), nossa análise mostrou que novos sites geralmente estão prontos para esse método. Por isso, estamos muito animados em anunciar que a indexação que prioriza dispositivos móveis será ativada por padrão para todos os sites novos ou desconhecidos da Pesquisa Google até 1º de julho de 2019. É incrível ver que os novos sites agora exibem aos usuários e mecanismos de pesquisa o mesmo conteúdo em dispositivos móveis e computadores.

É possível verificar a indexação que prioriza dispositivos móveis do seu site usando a Ferramenta de inspeção de URL no Search Console. Ao analisar um URL no seu site, você pode ver rapidamente como ele foi rastreado e indexado pela última vez. Vamos continuar monitorando e avaliando as páginas de sites mais antigos em relação à indexação que prioriza dispositivos móveis e vamos enviar uma notificação no Search Console quando detectarmos que elas estão prontas. Como o estado padrão dos novos sites é a indexação que prioriza dispositivos móveis, não é necessário enviar uma notificação.

Como usar a Ferramenta de inspeção de URL para verificar o status da indexação que prioriza dispositivos móveis

Nossas orientações sobre como fazer com que todos os sites funcionem corretamente com a indexação que prioriza dispositivos móveis continuam sendo relevantes, tanto para sites novos quanto para os atuais. Determinamos se os sites atuais estão prontos para a indexação que prioriza dispositivos móveis com base na paridade do conteúdo (incluindo texto, imagens, vídeos e links), nos dados estruturados e em outros metadados, como títulos, descrições e metatags robots. Recomendamos que você verifique esses fatores quando um site for lançado ou passar por mudanças significativas.

Vamos continuar oferecendo compatibilidade ao Web design responsivo, à exibição dinâmica e a URLs separados para sites para dispositivos móveis. No entanto, recomendamos o Web design responsivo para novos sites. Devido a problemas e confusões que detectamos em URLs para dispositivos móveis diferentes ao longo dos anos, entre mecanismos de pesquisa e usuários, recomendamos usar um único URL para computadores e dispositivos móveis.

A indexação que prioriza dispositivos móveis avançou muito. É muito bom ver como a Web evoluiu do foco em computadores, ficou mais compatível com dispositivos móveis e passou a ser rastreável e indexável com user agents de dispositivos móveis. Chegar até aqui foi um processo muito trabalhoso. Em nome dos usuários de dispositivos móveis, estamos muito agradecidos. Vamos continuar monitorando e avaliando essa mudança com todo cuidado. Se você tiver dúvidas, participe dos nossos fóruns para webmasters ou eventos públicos.